3 dicas para avaliar a reputação digital do meu escritório de advocacia

By Leandro Ramos Marketing Jurídico Nenhum comentário em 3 dicas para avaliar a reputação digital do meu escritório de advocacia

O mundo dos negócios sofreu grandes alterações por conta transformação digital promovida pelo advento da internet, computação na nuvem e agora inteligência artificial, internet das coisas e realidade virtual. Todas essas tecnologias mudaram completamente a maneira como as pessoas compram produtos, contratam serviços, bem como a forma como as empresas divulgam seus negócios e se relacionam com os seus clientes.

Apenas para ilustrar o impacto da tecnologia nos negócios, um estudo da Serius Decisions demonstra que 78% das pessoas realizam busca na internet sobre um serviço antes mesmo entrar em contato com a empresa provedora de tal serviço. Se por um lado os clientes procuram previamente uma empresa na internet antes de se relacionar com ela, por outro, como está a presença digital dessas organizações?

De modo geral as empresas não estão preparadas para esse escrutínio digital, é o que revela estudo do MIT em parceria com a consultoria Deloitte. Segundo a pesquisa, apenas 25% das empresas analisadas podem ser consideradas maduras digitalmente. Estudo semelhante realizado no Brasil pela ESPM mostra que apenas 31% das empresas em terras tupiniquins podem ser consideradas maduras digitalmente.

Enquanto as empresas não estão preparadas para uma sólida presença digital, os seus clientes andam em velocidade de cruzeiro no que tange ao uso da tecnologia e mídias digitais. Uma pesquisa do Kantar Ibope Media demonstra que 68% dos usuários brasileiros navegam pela internet através de smartphones. A mesma pesquisa ainda revela que 83% dos usuários de internet se conectaram em alguma rede social no último mês.

Se a presença digital é algo mandatório para as empresas, os escritórios de advocacia, tradicionalmente avessos à grandes mudanças, também se enquadram no rol de empresas que precisam rever sua estratégia digital urgentemente. Não se trata mais de discutir estar presente nas redes sociais ou não e sim de se falar em como construir essa presença de maneira efetiva. Mais do que redes sociais, é preciso analisar a presença global do escritório nos canais digitais. E como fazer isso?

Os três pilares de comunicação digital de um escritório

A construção de reputação digital de um escritório de advocacia passa pelo desenvolvimento de três pilares de comunicação digital:

  1. Presença digital dos sócios: Um escritório de advocacia, independente do seu tamanho, é composto por advogados. Sendo assim, a reputação do escritório está intimamente relacionada à influência conquistada pelos seus advogados. Por isso é muito importante gerir essa reputação dos sócios nos canais digitais, sobretudo LinkedIn, com um perfil bem elaborado.
  2. Presença digital do escritório: O escritório precisa definir precisamente seus canais digitais e possuir uma presença sólida, que passe confiança e gere valor para seus clientes. Site, redes sociais e e-mail marketing é mandatório para qualquer escritório e deve apresentar conteúdo relevante e autoral.
  3. Gestão de comentários: A comunicação nos canais digitais é realizada em via dupla, ou seja, o escritório produz conteúdo sobre sua marca, mas os clientes também possuem liberdade para emitirem comentários e opiniões sobre os seus serviços. Por isso é muito importante gerir as menções sobre o que se fala sobre seu escritório na web, através dos comentários em redes sociais e sites especializados.

A presença digital dos sócios

Normalmente a presença digital dos sócios de um escritório de advocacia é algo negligenciado pela maioria dos escritórios no Brasil. No entanto, não é possível dissociar a imagem dos líderes de um escritório da sua empresa.

Para construir essa presença é crucial definir uma apresentação sólida no LinkedIn e avaliar se o Facebook será utilizado para fins profissionais ou não. Antes que você ache estranho, o Facebook pode ser usado para divulgação profissional. Faz parte do passado aquela regra que o LinkedIn era a rede social para trabalho e o Facebook para laser.

Construir uma presença adequada para o seu perfil pessoal nas redes sociais passa por utilizar fotos de perfis profissionais, configurar adequadamente as opções de privacidade, produzir conteúdo relevante e evitar determinadas discussões polêmicas. Para se aprofundar no assunto, veja o post com os 5 principais erros que os advogados cometem no LinkedIn.

Uma presença digital inteligente para o escritório

A presença digital do escritório deve ser avaliada pelos os canais digitais que o escritório estará presente. Lembre-se que todo canal digital, uma vez aberto, deve ser atualizado constantemente com conteúdo relevante e autoral. Por isso, evite inaugurar um novo canal se você não possui uma estratégia de atualização definida.

Os principais canais digitais que o escritório deve estar presente são:

  • Site: O site deve ser o principal canal digital do escritório. É crucial que ele esteja atualizado com o quadro de advogados, que cada serviço apresente uma página específica, que seja responsivo, ou seja, que permita o acesso por dispositivos móveis (smartphones e tablets) e que tenha conteúdo dinâmico (artigos, notícias e publicações).
  • Redes sociais: Certamente o escritório precisa de uma página no LinkedIn, a Company Page, com conteúdo atualizado. Também é importante uma presença no Facebook, hoje a maior rede social do mundo. A presença no Instagram pode ser interessante, mas só deve ser construída uma vez que as comunicações básicas no LinkedIn e Facebook estejam delineadas.
  • Newsletter: O e-mail ainda é um excelente meio de comunicação, desde que bem utilizado, com envio de conteúdo relevante. Por isso, uma estratégia de newsletter que compartilhe as principais informações do escritório é crucial. No entanto, uma estratégia de newsletter só irá funcionar se você possuir uma base de clientes atualizada.

Gestão da reputação escritório

Parte da estratégia de reputação digital do seu escritório passa por construir presença, seja para você, seja para o seu escritório, com produção de conteúdo relevante. A outra vertente dessa gestão de reputação envolve monitorar o que clientes e colaboradores falam sobre o seu escritório na internet.

O primeiro passo para realizar uma boa gestão do que se fala sobre seu escritório na web é saber que você não possui controle nessa comunicação. As pessoas irão elogiar ou criticar o trabalho do seu escritório, independente do desejo de se controlar essa comunicação. Por outro lado, é possível participar dessa conversa, de maneira ativa e estratégica.

Acompanhe os que as pessoas escrevem sobre o seu escritório e você na Fan Page do Facebook, no perfil do Google Meu Negócio, recomendações no LinkedIn e até Reclame Aqui. Se você não pode controlar o que as pessoas escrevem, você pode ao menos responder, agradecer e agir de maneira proativa sobre o que clientes e funcionários escrevem nos canais digitais. Com isso você possui participa de maneira ativa no que é dito sobre seu escritório nos canais digitais.

A partir destas 3 dicas é possível você construir uma sólida reputação para o seu escritório nos meios digitais. Se você está iniciando, estruture um plano de trabalho para implementar cada um dos pontos. Caso o seu escritório já tenha presença na web, faça uma auditoria digital de cada elemento e avalie o que precisa ser melhorado. Lembre-se: na internet a única constante é que nada é constante.

 

 

 

 

 

 

 

  • Share:

Leave a comment