Email marketing: porque você deve considerá-lo em sua estratégia de marketing

By Leandro Ramos Marketing Nenhum comentário em Email marketing: porque você deve considerá-lo em sua estratégia de marketing

O uso massivo de email marketing pelas empresas no início da internet fez com que ele parecesse uma ferramenta old fashion nos tempos de hoje. Redes sociais, chatbots, WhatsApp e outros formatos de mídia estão sempre na prioridade das empresas quando o assunto é estratégia de marketing, seja para vender ou se relacionar com os clientes. Mas será uma boa alternativa ignorar o tão famoso email marketing?

A resposta é não. Quem ignora o email marketing pode deixar de lado uma excelente ferramenta de marketing, com custos excelentes e com grande capacidade de conversão. No entanto, para fazer uma estratégia de email marketing funcionar bem é preciso muita estratégia, o que nem sempre vemos por aí – o que explica o desgaste das campanhas de email marketing ao longo das duas últimas décadas.

De onde veio o desgaste do email marketing?

 Antes do surgimento da internet, as empresas faziam marketing direto por meio de mala direta, ou seja, obtia-se o endereço da casa ou trabalho do cliente e enviava-se por correio um impresso, seja com oferta ou algum conteúdo informativo. Desta forma vendia-se e relacionava-se com os clientes, com baixo grau de personalização e elevado custo.

Com a chegada da internet e criação do email marketing, as empresas inicialmente migraram suas ações de comunicação da mala direta para o digital. Inicialmente, começaram a fazer a mala direta que era impressa em HTML. O custo de produção era infinitamente menor, o que motivou muita empresa enviar, ao invés de uma mala direta por mês, até cinco por semana.

O email marketing permitiu uma maior segmentação por parte das empresas, além de oferecer um custo mais baixo e entregar uma maior capacidade de monitoramento. Todos estes benefícios fizeram com que as empresas abusassem: seja na quantidade de disparo de campanhas, seja no envio de conteúdo promocional pouco relevante para pessoas que não se cadastraram no mailing, praticando o famoso SPAM.

Para completar o roteiro de desgaste das estratégias de email marketing, vieram as redes sociais, que conseguem a atenção das pessoas quando estão na internet como nenhuma outra plataforma. À medida em que os indivíduos foram ficando cada vez mais nas redes sociais e deixando informações valiosas lá, menos atraente o email marketing ficou. Muitos especialistas de marketing decretaram a morte dele.

Um grande equívoco

Conforme as redes sociais e até soluções mais tecnológicas, como chatbots foram ganhando destaque, mais caras essas soluções ficaram para as empresas, sobretudo no que se refere ao custo de mídia.

Anunciar no Facebook ou Youtube pode até ser interessante, mas cada vez mais são canais de mídia que apresentam custos crescentes. Sendo assim, é crucial uma empresa possuir um canal de comunicação mais enxuto e que funcione. O email marketing consegue cumprir esse papel, se bem utilizado.

A seguir, as principais vantagens de se utilizar email marketing:

  • Baixo custo
  • Canal de mídia próprio da empresa
  • Facilidade de mensurar resultados
  • Apresenta bom retorno sobre investimento (ROI)
  • Facilidade de implementação
  • Permite realização de testes A/B

Apesar de você acabar de ler uma série de vantagens do email marketing, muita gente ainda olha para essa solução com certa desconfiança. Argumentam que ninguém usa mais email hoje em dia e que provavelmente se você enviar um email ele vai cair no SPAM, o que não é uma verdade absoluta.

Fato é que existem desafios para se trabalhar com email marketing, mas certamente ele é uma boa estratégia empresarial. Uma pesquisa recente da Rock Content revela que 76% das empresas no Brasil usam de alguma forma esse recurso. E por que a maioria das empresas utilizam essa solução? Efetividade é a resposta.

Boas práticas de email marketing

 Evitar que o seu email caia na caixa de SPAM, garantir que as pessoas se cadastrem na sua base de envios, despertar o interesse de clientes para que eles abram a sua mensagem. Estes são desafios comuns de quem trabalha com email marketing. Veja abaixo algumas boas práticas de uma campanha de email marketing:

  • Trabalhar com apenas base opt-in (pessoas que aceitaram receber este tipo de comunicação)
  • Excluir emails inexistentes da base
  • Não enviar mensagens para pessoas que se descadastraram do mailing
  • Utilizar títulos atrativos
  • Enviar conteúdo relevante
  • Atualizar a base com frequência
  • Construir uma mensagem para se abrir no celular (responsiva)
  • Trabalhar com uma frequência de envios adequada ao seu público

Gostou das dicas de como fazer uma boa campanha de email marketing? Agora o desafio é implementar uma estratégia adequada ao seu público e realizar bastante testes.

 

 

  • Share:

Leave a comment